sábado, 20 de outubro de 2012

Horário de Verão


Hoje inicia o horário de verão brasileiro.

Quando chegar a meia noite, você deverá ADIANTAR o seu relógio até uma hora da manhã.
Coitadinho do dia 21 de outubro. Será um dia de 23 horas, apenas.

Na prática, teremos um final de semana com uma hora a menos para descansar.
Quem deve gostar dessa mudança são as pessoas que trabalham. Imagine um vigia que trabalhadas 22hs até as 06hs. Uma hora a menos de expediente hoje!
  
Bem, o motivo que alegam para a realização do horário de verão é a economia. Dizem que o país economiza até Duzentos e Cinqüenta milhões de reais.
Essa economia de energia, segundo os argumentos oficiais, auxilia na preservação do meio-ambiente, inclusive.
Sem falar que as pessoas acabam tendo uma hora a mais de sol durante o horário útil do dia. O que gera pôr-do-sol quase às nove da noite, em alguns lugares.

Uma ação simples que só tem vantagens! Mil maravilhas, né?

Hum... Ok...

Vamos começar falando da “economia de dinheiro”?
Não sei exatamente quanto o Brasil produz de dinheiro a cada dia. Não sei sequer se eu posso dividir o valor do PIB pela quantidade de dias úteis para chegar ao valor da produção diária brasileira. Mas que esse número existe, ele existe. E, convenhamos, deve ser um valor alto. Se o meu “achômetro” está regulado, jogaria que a economia brasileira produz algo entre Duzentos e Quinhentos milhões de reais por dia.
Levando em consideração que TODAS AS PESSOAS demoram alguns dias para adaptar o corpo ao horário de verão, estimo que a produtividade média tenha uma queda de até 20% (principalmente nas primeiras horas do expediente).
Assim, se contarmos a queda de produtividade dos dez dias de adaptação (5 para o início, 5 para o término do horário de verão), sobre os R$500.000.000,00 diários da produção nacional, chegaremos ao valor de UM BILHÃO de reais não ganhos, só pelo estresse da mudança de horário.

Em uma economia que faz 2,3 trilhões (dois mil e trezentos bilhões) de dólares por ano... talvez o bilhãozinho que eu calculei ali seja até pouco.

Mas vamos em frente. Vamos pensar que o principal motivo de gasto de energia elétrica no verão brasileiro é a refrigeração. Geladeiras, Ar-Condicionado, Ventiladores e toda sorte de aparelhos que garantam algum refresco. Uma hora a mais de sol durante o dia útil não auxilia em nada nesse quesito.
E, como no verão gastamos muito mais água do que no inverno, essa hora a mais com sol na cabeça é um pouco de tempo a mais suando. Sujando veículos com poeira. Em um país cuja maior parte da energia vem de hidroelétricas, não sei se a economia de energia compensa o gasto a mais com água.

Se for pensar bem, fritamos uma hora a mais por dia. Mas o horário de verão é bom: essa hora a mais de sol ajuda a secar a roupa que lavamos porque suamos mais... nos sol...